Logo blog

Quais são as principais diferenças entre exportar dentro da EU e para fora da UE?

"Descubra as principais diferenças entre exportar dentro da União Europeia e para for a dela. Saiba como essas diferenças podem afetar sua empresa e como se preparar para exportar com sucesso. Leia agora!"

Quais são as principais diferenças entre exportar dentro da EU e para fora da UE?

Existem algumas diferenças significativas entre exportar dentro da UE e para fora da UE:

Tarifas: Exportar dentro da UE é livre de tarifas, pois há livre circulação de bens e serviços entre os países membros. No entanto, exportar para fora da UE pode estar sujeito a tarifas de importação.

Regras de origem: Quando exporta para qualquer país fora da UE, é necessário verificar as regras de origem para determinar se o seu produto é elegível para benefícios tarifários e se atende aos requisitos de conteúdo local.

Certificação: Para exportar para alguns países fora da UE, é necessário que os produtos tenham certificações específicas, como certificados sanitários ou fitossanitários. Esses tipos de certificações não são necessários para exportações dentro da UE.

Impostos sobre vendas: A venda de produtos dentro da UE é isenta de impostos sobre vendas para outras empresas registradas para fins fiscais dentro da UE. No entanto, quando exporta para fora da UE, pode estar sujeito a impostos sobre vendas no país de destino.

Barreiras técnicas: Exportar para alguns países fora da UE pode estar sujeito a barreiras técnicas, como diferenças nos padrões de qualidade e regulamentações de segurança.

Custos de transporte: Exportar para fora da UE pode ser mais caro do que exportar dentro da UE, devido ao custo adicional de transporte, seguro e logística.

Como faço para exportar os meus produtos para a UE?

Vamos fornecer orientações gerais sobre o processo de exportação de produtos, por exemplo de uma loja online em Portugal para um país da União Europeia.

No entanto, é importante ressaltar que as regulamentações e procedimentos específicos podem variar de acordo com o país de destino e o tipo de produto que você está exportando.

Recomendamos sempre procurar informações atualizadas junto às autoridades aduaneiras e consultar um profissional especializado da I9transportes para garantir conformidade com as regulamentações aplicáveis.

Dito isso, aqui está um guia básico para o ajudar:

Pesquisa e classificação de produtos:

Comece identificando a classificação correta dos seus produtos de acordo com o Sistema Harmonizado (SH) e a Nomenclatura Combinada (NC) utilizados internacionalmente. Essa classificação ajudará a determinar os impostos, tarifas e restrições aplicáveis.

Verifique as regulamentações de exportação:

Pesquise as regulamentações específicas do país de destino, incluindo restrições de importação, licenças especiais ou requisitos adicionais.

Entre em contato com as autoridades aduaneiras do país de destino ou consulte uma empresa especializada como a I9transportes em comércio internacional para obter informações atualizadas e precisas.

Prepare a documentação necessária:

Os documentos comuns necessários para exportar incluem fatura comercial, lista de embalagem, certificados de origem, documentação de transporte (como conhecimento de embarque ou guia aéreo) e eventuais certificados adicionais exigidos para produtos específicos.

Certifique-se de preencher corretamente todos os formulários e fornecer as informações necessárias.

Avalie os requisitos de rotulagem:

Verifique se há requisitos específicos de rotulagem ou embalagem para o país de destino. Isso pode incluir informações obrigatórias sobre rótulos, idioma, instruções de uso e segurança.

Cálculo de impostos e tarifas:

Verifique as tarifas de importação aplicáveis ​​e outros impostos que podem ser cobrados no país de destino. As tarifas são geralmente baseadas na classificação do produto e no valor declarado na fatura comercial.

Você pode entrar em contato com a alfândega do país de destino ou utilizar ferramentas online para calcular as tarifas com antecedência. 

Embalagem e envio:

Embale seus produtos de acordo com as melhores práticas de segurança e proteção. Escolha um serviço de transporte confiável que possa lidar com o transporte internacional, preferencialmente com experiência em envios para o país de destino.

Declaração de exportação:

Antes de enviar os produtos, faça uma declaração de exportação. Isso pode ser feito eletronicamente, usando o sistema de gestão aduaneira de Portugal (como o Sistema Centralizado de Despacho Aduaneiro – SAD) ou o sistema disponibilizado pelo país de destino.

Despacho aduaneiro no país de destino: Uma vez que seus produtos cheguem ao país de destino, eles passarão pelo processo de desembaraço aduaneiro. Isso pode incluir a apresentação de documentos, pagamento de impostos e tarifas, inspeções aduaneiras e outras verificações conforme necessário.

Cumprimento das regulamentações pós-exportação: Após a conclusão do processo de desembaraço aduaneiro, é importante garantir o cumprimento contínuo das regulamentações pós-exportação.

Isso pode incluir o monitoramento de quaisquer requisitos adicionais, como registros de vendas, relatórios estatísticos ou conformidade com normas específicas do país de destino.

Atualização e conhecimento contínuo:

As regulamentações e procedimentos aduaneiros podem mudar ao longo do tempo. É fundamental manter-se atualizado sobre as mudanças nas leis e regulamentos de exportação do país de destino, bem como buscar atualizações relacionadas ao comércio internacional e acordos comerciais.

E se quiser exportar para fora da União Europeia?

Se você deseja exportar seus produtos para países fora da União Europeia, o processo de exportação será um pouco diferente em comparação com os países membros da UE. Aqui está um resumo do passo a passo para exportar para países fora da UE:

Pesquise e classifique os produtos:

Assim como no caso das exportações dentro da UE, é importante pesquisar e classificar corretamente seus produtos de acordo com o Sistema Harmonizado (SH) e a Nomenclatura Combinada (NC) para determinar as tarifas e regulamentações aplicáveis.

Verifique as regulamentações de exportação do país de destino:

Cada país fora da UE terá suas próprias regulamentações de importação e exportação. Pesquise as restrições, licenças, documentação e outros requisitos específicos do país de destino. Entre em contato com as autoridades aduaneiras do país de destino e consulte especialistas em comércio internacional para obter informações atualizadas e precisas.

Documentação necessária:

Prepare a documentação necessária para a exportação, incluindo fatura comercial, lista de embalagem, certificados de origem, documentos de transporte e quaisquer outros documentos exigidos pelo país de destino.

Certifique-se de preencher corretamente todos os formulários e fornecer as informações necessárias.

Avalie os requisitos de rotulagem e embalagem: Verifique se há requisitos específicos de rotulagem e embalagem para o país de destino. Isso pode incluir informações obrigatórias nos rótulos, idioma, instruções de uso e segurança.

Cálculo de impostos e tarifas:

Verifique as tarifas de importação e outros impostos que podem ser aplicados no país de destino. As tarifas são geralmente baseadas na classificação do produto e no valor declarado na fatura comercial. Consulte as autoridades aduaneiras do país de destino ou utilize ferramentas online para calcular as tarifas com antecedência.

Embalagem e envio:

Embale seus produtos de acordo com as melhores práticas de segurança e proteção. Escolha um serviço de transporte confiável que tenha experiência em envios internacionais para países fora da UE.

Declaração de exportação:

Faça a declaração de exportação de acordo com as regulamentações do seu país. Isso pode ser feito eletronicamente por meio do sistema aduaneiro do seu país, como o Sistema Centralizado de Despacho Aduaneiro (SAD) em Portugal.

Despacho aduaneiro no país de destino:

Ao chegar ao país de destino, seus produtos passarão pelo processo de desembaraço aduaneiro. Isso envolve a apresentação de documentos, pagamento de impostos e tarifas, inspeções aduaneiras e outras verificações conforme exigido pelo país de destino.

Cumprimento das regulamentações pós-exportação: Após o desembaraço aduaneiro, é essencial cumprir as regulamentações pós-exportação do país de destino. Isso pode incluir a conformidade contínua com requisitos de rotulagem, embalagem, normas de segurança ou qualquer outro regulamento específico aplicável ao seu produto no país de destino. Fique atento a prazos de validade de certificados ou licenças e mantenha registros adequados para fins de conformidade.

Conheça os requisitos de importação do país de destino:

Além das regulamentações de exportação, você também deve se familiarizar com os requisitos de importação do país de destino. Isso pode envolver a identificação de documentos adicionais exigidos pelo país importador, como licenças de importação, certificados sanitários, certificados fitossanitários, entre outros.

Verifique com as autoridades aduaneiras do país de destino ou consulte especialistas em comércio internacional para obter orientações precisas.

Considerações sobre logística e transporte:

Ao exportar para países fora da União Europeia, é importante selecionar um serviço de transporte internacional confiável. Considere as opções de transporte marítimo, aéreo ou terrestre, dependendo da localização do país de destino e das necessidades específicas da remessa.

Certifique-se de que a empresa de transporte esteja familiarizada com as regulamentações e procedimentos aduaneiros aplicáveis ao país de destino.

Consulte especialistas e serviços de apoio:

Exportar para países fora da União Europeia pode ser um processo complexo. Considere consultar especialistas como a i9transportes em comércio internacional, despachantes aduaneiros ou empresas de consultoria para obter orientações personalizadas.

Podemos ajudar a garantir o cumprimento de todas as regulamentações e oferecer assistência em aspetos como classificação de produtos, documentação, cálculo de tarifas e outras considerações específicas ao país de destino.

Lembre-se de que as orientações acima são gerais e podem variar de acordo com o país de destino e o tipo de produto que você está exportando. Sempre verifique as regulamentações aduaneiras específicas do país de destino e procure orientação atualizada antes de iniciar o processo de exportação.

Facebook
WhatsApp
Email
Twitter
Pinterest

Produzido por i9onlinewebsite ®